Paróquia São José do Jardim Europa

Notícias › 07/12/2017

Papa na TV: “Deus não nos induz em tentação; não nos deixa cair”

O Papa participou nesta quarta-feira (06/12) da 7ª parte da série TV ‘Pai Nosso’, conduzida pelo Padre Marco Pozza, capelão do cárcere de Pádua, norte da Itália. O programa vai ao ar às 21h05, semanalmente, no canal TV2000, de propriedade da Conferência Episcopal Italiana, CEI.

Na conversa, em tom informal, o capelão questiona o Papa sobre o significado do trecho do Pai Nosso ‘não nos induzais em tentação’. Segundo Papa, esta é uma tradução ‘não boa’ de ‘não nos deixeis cair em tentação’, como usado em português e espanhol.

Já no último domingo (03/12), a Igreja Católica na França alterou o trecho, que sempre foi pronunciado no país como “não nos submeteis à tentação”, para “não nos deixeis cair em tentação”.  

“Não é Deus que nos induz em tentação, mas Satanás”, explicou o Papa.  “Um pai ajuda rapidamente o filho a se levantar”.

“Na oração do ‘Pai Nosso’, Deus que nos induz em tentação ‘não é uma boa tradução. Os franceses também mudaram o texto e agora é ‘não me deixeis cair na tentação’. Eu é que caio, não é Ele que me joga na tentação para ver como caio; um pai não faz isso, um pai ajuda o filho a se levantar”, afirmou o Papa.

O programa, que surgiu da colaboração entre a Secretaria para a Comunicação da Santa Sé e TV2000, é estruturado em 9 capítulos, todas as quartas-feiras, com a participação também de expoentes leigos do mundo da cultura e do espetáculo. Neste sétimo capítulo, o hóspede foi o filósofo Umberto Galimberti.

A série com as perguntas e respostas do Papa a Pe. Marco, deu origem ao livro‘Pai Nosso’, da Editora Rizzoli, publicado pela Livraria Editora Vaticana.

Por Rádio Vaticano

Download WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
Download Best WordPress Themes Free Download
Premium WordPress Themes Download
free download udemy paid course
download lava firmware
Premium WordPress Themes Download
udemy paid course free download

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.