Paróquia São José do Jardim Europa

Notícias › 14/06/2019

Papa Francisco agradece ao Panamá pela JMJ 2019 e faz uma previsão

Ao receber um grupo de peregrinos panamenhos na manhã quinta-feira, o Papa Francisco lhes agradeceu por realizar a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no Panamá em janeiro de 2019 e fez uma bela previsão.

“Eu agradeço por esta visita porque expressa gratidão. O senhor Arcebispo (do Panamá, Dom José Domingo Ulloa) manifestou a gratidão de um povo, neste caso concentrada em mim, mas é uma gratidão mútua, entre todos. Em suas palavras, você agradece a cada um dos panamenhos também, cada um da Cúria aqui, a todos nós que trabalhamos. É bom agradecer mutuamente”, disse o Santo Padre na Sala do Consistório do Palácio Apostólico do Vaticano.

“Obrigado a todos vocês que tornaram tudo isso possível, e se preparem para a segunda viagem que, certamente… um meu sucessor convocará daqui a 150 anos! Nenhum problema! Muito obrigado!”, previu o Pontífice.

O Papa também recordou a importância de agradecer no matrimônio. “Olhem, existem três palavras mágicas: permissão, não ser invasivo; obrigado, agradecer ao cônjuge continuamente; e perdão, quando fizer algo errado, peça perdão”, assinalou.

Francisco disse também: “Sou muito grato pelo que vi: um povo nobre, repito, e a nobreza não se compra, se gera, se herda, se respira e se vive. Ou você é nobre ou não é. Um certificado não lhe dá a nobreza. Eu encontrei um país nobre”.

“Sabemos que a América Latina está muito ameaçada por coisas que tendem a quebrar essa nobreza. Esta nobreza que vem do nosso sangue. Que a Virgem nos defenda disso”, acrescentou.

Depois de destacar a importância do diálogo entre os jovens e os avós, o Santo Padre encorajou os panamenhos a darem frutos “a partir das raízes, não da primeira teoria vendida pelo império. Não, isso não. Não deixem que entrem nisso as colonizações ideológicas, que são aquelas que matam a nobreza. Essa ponte ajudará a própria identidade”.

O Pontífice destacou também a importância do encontro com afrodescendentes e indígenas, algo que serve para integrar as raízes. “Fiquei muito feliz no Panamá, fiquei muito feliz. Respirava-se normalidade, ternura, uma coisa muito bonita”, concluiu.

Via ACI Digital

Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes
Free Download WordPress Themes
Download WordPress Themes
free online course
download lava firmware
Free Download WordPress Themes
udemy course download free

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.