Paróquia São José do Jardim Europa

Notícias › 19/12/2019

Papa a embaixadores: o caminho para a paz começa com a reconciliação

cq5dam-thumbnail-cropped-1000-563

O primeiro compromisso oficial do Papa Francisco nesta quinta-feira foi a audiência aos embaixadores de Seychelles, Mali, Andorra, Quênia, Letônia e Niger, para a apresentação de suas credenciais.

Para um grupo tão heterogêneo de países, em seu discurso Francisco destacou dois aspectos: a paz e o respeito pelo meio ambiente.

O diálogo é essencial

“O nosso encontro de hoje se realiza enquanto os cristãos de todo o mundo se preparam para celebrar o nascimento Daquele ao qual nos dirigimos como Príncipe da paz”, disse o Pontífice, recordando que a paz é a aspiração de toda a família humana.

Todavia, constatou, o mundo hoje é “tristemente” marcado por conflitos civis, regionais e internacionais, divisões sociais e desigualdades. Por isso, é “essencial” empreender um diálogo construtivo e criativo. Neste esforço, Francisco garantiu o compromisso da Igreja Católica em colaborar com todo parceiro responsável em promover o bem de toda pessoa e de todos os povos.

O caminho rumo à paz, acrescentou, tem início com a abertura à reconciliação e citou um trecho de sua mensagem para o Dia Mundial da Paz de 2020, em que escreve que é preciso abandonar o desejo de dominar os outros e aprender a nos olhar como irmãos.

“Somente quando colocamos de lado a indiferença e o medo pode crescer e prosperar um verdadeiro clima de respeito recíproco. Isso, por sua vez, leva ao desenvolvimento de uma cultura da inclusão, a um sistema econômico mais justo e a várias oportunidades para a participação de todos à vida social e política.”

Para Francisco, a presença dos embaixadores já é por si um sinal da vontade dos países que representam de enfrentar as situações de injustiça, discriminação, pobreza e desigualdades que afligem o mundo.

Exploração: obstáculo para a paz

Como um dos obstáculos para a paz o Pontífice apontou o desrespeito pela Casa Comum, em especial com a exploração abusiva dos recursos naturais. O Papa mencionou o recente Sínodo para a Pan-amazônia, que fez um apelo por um renovado apreço da relação entre comunidade e terra, presente e passado e entre experiência e esperança.

“O empenho por uma gestão responsável da terra e dos seus recursos é urgentemente desejado em todos os níveis, da educação familiar à vida social e civil, até as decisões políticas e econômicas.”

O Pontífice concluiu desejando que a missão dos novos embaixadores junto à Santa Sé seja profícua e formulando votos de paz e Feliz Natal a todos os povos que representam.

Via Vatican News

Free Download WordPress Themes
Download WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
Premium WordPress Themes Download
free online course
download coolpad firmware
Download Premium WordPress Themes Free
udemy free download

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.