Paróquia São José do Jardim Europa

Artigos › 19/12/2018

Natal – Jesus Cristo vem morar conosco

Caros diocesanos. Temos motivos especiais para alegrar-nos juntos, pois celebramos o nascimento de Jesus Cristo em mais um Natal cristão. Celebrar é tornar presente, é dar vida atual ao que foi evento histórico no passado. Então nós não queremos viver um Natal sem a presença do motivo central desta comemoração festiva: o Filho de Deus. É por causa dele que estamos felizes; queremos acolhê-lo entre nós com atitude de louvor e ação de graças, em nossas famílias, comunidades e todos os setores eclesiais e sociais. Um dos prefácios do Natal do Senhor nos ajuda a entender e expressar esse louvor com as seguintes palavras:

“Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo lugar, Senhor, Pai santo, Deus eterno e todo-poderoso, por Cristo, Senhor nosso. Por Ele, realizaste hoje (neste tempo) o maravilhoso encontro que nos dá vida nova em plenitude. No momento em que vosso Filho assume nossa fraqueza, a natureza humana recebe uma incomparável dignidade: ao tornar-se Ele um de nós, nós nos tornamos eternos. Por esta razão, agora e sempre, nós nos unimos à multidão dos anjos e arcanjos, cantando (dizendo) a uma só voz: Santo, santo, santo…”.

Assim vemos que o Natal do Senhor traz novo sentido para a vida humana, recebendo ela uma dignidade incomparável. Pela encarnação, Deus assume em Jesus Cristo a natureza humana, vem unir sua divindade à nossa humanidade, dando-nos acesso à vida divina, o que sempre foi o projeto de Deus: “Deus criou o ser humano à sua imagem, à imagem de Deus o criou. Homem e mulher ele os criou” (Gn 1, 27). Esta teologia faz a Igreja rezar no dia do Natal:

“Ó Deus, que admiravelmente criastes o ser humano e mais admiravelmente restabelecestes a sua dignidade, dai-nos participar da divindade do vosso Filho, que se dignou assumir a nossa humanidade” (Oração do Dia – Missa do Dia). Ou ainda:

“Acolhei, ó Deus, a oferenda da festa de hoje, na qual o céu e a terra trocam os seus dons, e dai-nos participar da divindade daquele que uniu a vós a nossa humanidade” (Oração Sobre as Oferendas – Missa da Noite).

O Natal, como podemos ver, é também a festa da reconciliação humana com Deus. A iniciativa vem de Deus. Seu amor oferece a misericórdia e nós a acolhemos quando rezamos:

“Sejam do vosso agrado, ó Pai, as oferendas da festa de hoje, que nos trazem a perfeita reconciliação e a plenitude do culto divino” (Oração Sobre as Oferendas – Missa do Dia).

Com esta riqueza teológico-litúrgica das orações das celebrações natalinas, os verdadeiros cristãos não se contentam somente com figuras míticas e fictícias de Papai Noel que, sempre mais, induzem a um natal pagão no momento de celebrar o nascimento do Filho de Deus, nosso Salvador e sentido último de nossas vidas. Seja nosso Natal cheio de Ação de Graças e de Reconciliação, com a presença do Deus da Vida e do Amor, que vem morar conosco. É por isso que fazemos festa e confraternizamos! Neste clima, nós desejamos para todos os diocesanos e demais ouvintes e leitores um Feliz e Santo Natal! O Deus Menino esteja com todos

Por Dom Aloísio A. Dilli – Bispo de Santa Cruz do Sul (RS), via CNBB

Free Download WordPress Themes
Download Premium WordPress Themes Free
Premium WordPress Themes Download
Download Premium WordPress Themes Free
free download udemy paid course
download mobile firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
free download udemy course

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.