Paróquia São José do Jardim Europa

Notícias › 26/09/2018

Na audiência geral, Papa relembra viagem a países bálticos

O Papa retornou na noite de terça-feira (25/09) de uma viagem aos três países europeus da região báltica e esta missão apostólica foi o tema da catequese aos peregrinos na audiência geral desta primeira quarta-feira de outono.

Lituânia, Letônia e Estônia passaram metade do último século sofrendo a ocupação de nazistas e soviéticos, e a viagem de Francisco teve precisamente a missão de anunciar àqueles povos a alegria do Evangelho e a revolução da misericórdia e da ternura, porque a liberdade (conquistada pelos três países há 100 anos com a independência) não é suficiente para dar sentido e plenitude a uma vida sem amor, pois este provém de Deus.

Ecumenismo, jovens, idosos e a esperança

A Lituânia é o único dos três países com maioria católica, enquanto na Letônia e Estônia prevalecem luteranos e ortodoxos e o ateísmo é bastante comum. De fato, a dimensão ecumênica foi intrínseca à viagem. O desafio era reforçar a comunhão entre os cristãos de tal modo que o Evangelho pudesse se confirmar como força libertadora no tempo de opressão, luz que ilumina o caminho no tempo da liberdade, e sal que preserva a vida da corrupção do egoísmo e da mediocridade.

Aos fiéis na Praça São Pedro, o Papa explicou o sentido de sua mensagem aos povos bálticos: encorajá-los na contribuição em valores humanos e sociais que oferecem à Europa, no diálogo entre as gerações, e no conúbio entre liberdade, solidariedade e acolhimento.
Lembrando cada etapa principal, ressaltou os encontros com os jovens e idosos em Vilnius e Riga, com a esperança e a paciência como temas principais:

“ O desafio de quem envelhece é não se endurecer dentro, mas permanecer aberto e doce, na mente e no coração. E isto é possível com a seiva do Espírito Santo, na oração e na escuta da Palavra. ”

A esperança também foi o fulcro do evento com os sacerdotes, consagrados e seminaristas da Lituânia: “Que grande testemunho deram e ainda dão tantos padres, religiosos e religiosas idosos, que sofreram calúnias, prisões e deportações… mas permaneceram firmes na fé! Eu os exortei a não se esquecerem, mas a guardarem seus mártires na memória e seguirem seus exemplos”.

A recordação mais dolorosa

Em Vilnius Francisco também homenageou as vítimas do genocídio, quando dezenas de milhares de judeus foram eliminados, e visitou o Museu das Ocupações e Lutas pela Liberdade, detendo-se em oração nas salas em que eram presos, torturados e mortos os opositores do regime.

“ É comovente ver até que ponto chega a crueldade humana. Pensemos nisso. ”

Passados os anos, passados os regimes, mas – lembrou o Papa – sobre a Porta da Aurora, na capital lituana, Maria, Mãe da Misericórdia, continua a zelar por seu povo em sinal de segura esperança e consolação. “E mesmo em lugares onde a secularização é mais forte, Deus fala com a linguagem do amor, do cuidado, do serviço gratuito a quem necessita. E aí, os corações se abrem e acontecem milagres: nos desertos, germina vida nova”.

Sobre as três celebrações eucarísticas presididas, uma em cada país, o Papa disse que o santo Povo fiel de Deus renovou o seu ‘sim’ a Cristo, nossa esperança; e o renovou com Maria, sempre Mãe, especialmente dos que mais sofrem, como povo escolhido, sacerdotal e santo, em cujo coração desperta a graça do Batismo.

Via Vatican News

Download WordPress Themes Free
Download WordPress Themes Free
Download Nulled WordPress Themes
Download Nulled WordPress Themes
udemy paid course free download
download samsung firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
udemy course download free

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.