Paróquia São José do Jardim Europa

Notícias › 19/02/2019

Igreja busca construir e implementar medidas preventivas para proteger as crianças do abuso sexual

A partir de quinta-feira, 21, acontece no Vaticano o Encontro sobre a Proteção dos Menores. O arcebispo de Brasília (DF) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) cardeal Sergio da Rocha, representará a CNBB. Ele deve partilhar, na Santa Sé, algumas medidas preventivas para proteger as crianças do abuso sexual na Igreja.

Para o presidente da CNBB, há, hoje, “uma consciência maior a respeito da gravidade dos abusos de menores, especialmente quando cometidos por clérigos, assim como, da necessidade de justiça e de assistência às vítimas”.

Dom Sergio explica que o assunto tem sido abordado nas reuniões dos bispos, em encontros de formação para formadores de seminários, para presbíteros e religiosos. Aqui no Brasil, por exemplo, a CNBB, ainda em 2011, refez as Diretrizes para a Formação dos Presbíteros da Igreja no Brasil, ressaltando a importância da formação humano afetiva na formação inicial e na formação permanente dos presbíteros. “O tema tem sido abordado nos encontros para formadores, em nível regional e nacional”, apontou o cardeal.

Para ele, as referências claras do papa Francisco ao tema têm ajudado muito a tomar consciência da gravidade do problema e da necessidade de ação enérgica para a sua superação e prevenção: “Esperamos que o encontro que vai ocorrer no Vaticano possa nos oferecer maiores orientações para aprimorar as iniciativas já existentes na superação e prevenção dos abusos e de assistência às vítimas”.

O presidente da CNBB também ressalta que o tema necessita receber mais atenção não somente na Igreja, mas também na sociedade, “pela sua gravidade e pelos casos que ocorrem em outros ambientes, como a família”. Segundo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado em junho de 2018, num período de seis anos (2011-2017) foram notificados 184.524 casos de violência sexual, sendo a maioria na residência da vítima, correspondendo a 69,2% das ocorrências com crianças e 58,2% dos casos em que adolescentes são vítimas.

Dentro da Igreja, alguns desafios estão postos, como a maior atenção à formação humano-afetiva, a necessidade de maior agilidade na apuração de casos de abusos e o contato com as vítimas para diálogo e assistência.

Atuação da CNBB

Além da abordagem da temática de formação humano afetiva dos futuros padres, a CNBB criou uma Comissão para tratar dos abusos, para assessorar os bispos e suas dioceses, de acordo com o cardeal Sergio. Outra iniciativa da Conferência Episcopal foi a elaboração do texto “Cuidado pastoral das vítimas de abuso sexual”, que está sendo publicado, após várias revisões e aprimoramento.

“Um primeiro texto foi redigido em 2012 e enviado para a Congregação para Doutrina da Fé, do Vaticano. No final de 2018, o texto foi aprovado pela Congregação para a Doutrina da Fé, embora continue sujeito a modificações conforme a legislação canônica e civil”, recorda dom Sergio.

“Aguardamos a reunião a ser realizada no Vaticano para dar novos passos na abordagem desse problema que tem causado tanto sofrimento, na Igreja, especialmente em alguns países”, espera o cardeal.

O encontro no Vaticano

Na última terça-feira, o organizador do encontro, padre Hans Zollner apresentou a dinâmica do encontro a jornalistas no Vaticano. De acordo com o padre jesuíta, “será um encontro de pastores que pela primeira vez enfrentarão a questão da proteção dos menores na Igreja de maneira constante, levando em consideração estruturas e procedimentos em nível mundial”.

O encontro contará com a presença do papa Francisco. E terá os seguintes temas em cada dia:
– No primeiro dia, serão discutidas as responsabilidades pastorais e jurídicas do bispo
– No segundo dia, será a oportunidade de estabelecer a quem o bispo ou o superior de uma ordem deve prestar conta da sua ação em matéria e, portanto, definir as estruturas, procedimentos e métodos que possam ser concretamente aplicáveis.
– No terceiro dia será dedicado ao tema da transparência. “Transparência interna, naturalmente, mas também para com as autoridades estatais e com todo o povo de Deus”.

Não foram divulgadas informações sobre o quarto dia de encontro.

Via CNBB

Premium WordPress Themes Download
Free Download WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
Download Best WordPress Themes Free Download
udemy paid course free download
download lava firmware
Free Download WordPress Themes
udemy free download

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.