Paróquia São José do Jardim Europa

Notícias › 18/04/2019

Com Cristo e as mulheres no caminho da Cruz

A Via Sacra, a presidente religiosa da Associação “Escravos nunca mais (Slaves no more)” quis percorrer “junto com todos os pobres, os excluídos da sociedade e os novos crucificados da história de hoje, vítimas de nossos fechamentos, poderes e legislações, da cegueira e do egoísmo, mas sobretudo de nossos corações endurecidos pela indiferença”. Entre eles estão os 26 jovens nigerianos cujos funerais foram celebrados em Salerno, e o seu compatriota Favour, de 9 meses de idade, que perdeu os pais no mar.

Os que têm responsabilidade, ouçam o grito dos pobres
Na primeira Estação, a figura de Pilatos inspirou a oração “por aqueles que têm cargos de responsabilidade, para que ouçam o grito dos pobres” e “de todos aquelas jovens vidas que, de diversas maneiras, são condenadas à morte pela indiferença gerada por políticas exclusivas e egoístas”.

Em Jesus, que carrega a Cruz, pelo contrário, há o convite para reconhecer “os novos crucificados de hoje: os sem-teto, os jovens sem esperança, sem trabalho e sem perspectivas, os imigrantes forçados a viver em barracos às margens da nossa sociedade, depois de terem enfrentado um sofrimento sem precedentes”.

Mas o pensamento também vai para as crianças “discriminadas por causa de sua origem, da cor de sua pele ou de sua classe social”. Diante de tudo isso, o exemplo a seguir é o de Cristo. que falava de serviço, perdão, renúncia e sofrimento, manifestando com a sua vida “o amor verdadeiro e desinteressado pelo próximo”.

Já não sabemos identificar quem precisa

Nas etapas de Jesus em direção ao Calvário, Irmã Eugenia Bonetti reconhece diversos episódios dos quais foi testemunha; no encontro com Maria, vê “muitas mães que deixaram partir suas filhas jovens para a Europa, na esperança de ajudar as suas famílias em extrema pobreza, enquanto encontraram humilhações, desprezo e por vezes também a morte”; em Jesus que cai pela primeira vez, fragilidade e fraqueza humana são o ponto de partida para recordar os samaritanos de hoje, que se debruçam “com amor e compaixão sobre as tantas feridas físicas e morais daqueles que, em todas as noites, vivem o medo das trevas, da solidão e da indiferença”.

“Infelizmente, muitas vezes hoje, já não podemos perceber quem é necessitado, ver quem está ferido e humilhado – escreveu a religiosa da Consolata. Muitas vezes reivindicamos nossos direitos e interesses, mas esquecemos aqueles dos pobres e dos últimos da fila. É então que devemos pedir a Deus para nos ajudar a amar e a não sermos insensíveis ao choro, aos sofrimentos e ao grito de dor dos outros.

Menores, migrantes e vítimas do tráfico com Jesus no Calvário

E como não ver na Via-Sacra as muitas “crianças, em várias partes do mundo, que não podem ir à escola”, “exploradas nas minas, nos campos, na pesca, vendidas e compradas por traficantes de carne humana, para transplante de órgãos, assim como usadas e exploradas… por muitos, inclusive cristãos”. São menores “privados do direito a uma infância feliz”, “criaturas usadas como mercadoria de pouco valor, vendidas e compradas ao bel prazer”.

Mas no centro das meditações da Irmã Eugênia Bonetti, que há anos luta contra o tráfico de pessoas, estão os migrantes e as vítimas do tráfico. O chamado a “crescer na consciência de que todos somos responsáveis pelo problema” e que “todos podemos e devemos ser parte da solução”, lê-se na VIII Estação: “Jesus encontra as mulheres”. E sobretudo às mulheres, “é pedido o desafio da coragem”, “de saber ver e agir”, de considerar “o pobre, o estrangeiro, o diferente, não como um inimigo a ser rejeitado ou combatido, mas sim como um irmão ou uma irmã a ser acolhido e ajudado”.

A humilhação de Cristo a das mulheres vítimas da cultura descartável

Na IX Estação, a Jesus que cai pela terceira vez, “exausto e humilhado sob o peso da Cruz”, são aproximadas as “tantas jovens, forçadas a estar nas ruas por grupos de traficantes de escravos, que não resistem ao esforço e à humilhação de ver o próprio jovem corpo manipulado, abusado, destruído, junto com seus sonhos”. São o fruto da cultura ‘usa e joga fora’. A despertar-nos é a incômoda pergunta de Deus – “Onde está o teu irmão? Onde está a tua irmã?” – que deve “ajudar a partilhar o sofrimento e a humilhação de tantas pessoas tratadas como lixo”.

Dinheiro, bem-estar e poder são os ídolos de todos os tempos

A imagem do corpo despojado de Cristo, comparável àquele dos menores, objeto de comércio, permite refletir sobre os ídolos de todos os tempos: dinheiro, bem-estar e poder, que tornaram tudo comprável. A “centralidade do ser humano, sua dignidade, beleza, força”, é desconsiderada. Mas ainda há aqueles que arriscam a vida para salvar outras, especialmente no Mediterrâneo, onde muitos ajudaram “famílias em busca de segurança e de oportunidade”, “seres humanos em fuga da pobreza, ditaduras, corrupção, escravidão”, todas as pessoas cuja beleza e riqueza devem ser redescobertas, “dom único e irrepetível” de Deus, “a ser colocado a serviço de toda sociedade e não para realizar interesses pessoais”.

No túmulo de Cristo, morte, ressurreição e ensinamentos de vida

A última Estação, que leva ao sepulcro de Jesus, faz-nos por fim pensar nos “novos cemitérios de hoje”: o deserto e os mares, onde hoje encontram morada eterna “homens, mulheres, crianças, que não pudemos ou não quisemos salvar”. “Enquanto os governos discutem, fechados nos palácios do poder – escreve a Irmã Eugenia Bonetti – o Saara se enche de esqueletos de pessoas que não resistiram à fadiga, à fome, à sede”, e o mar transformou-se em um “túmulo de água”.

E então, os votos são de que a morte de Cristo possa “dar aos líderes das nações e aos responsáveis pelas legislações, a consciência do seu papel em defesa de cada pessoa”, criada à imagem e semelhança de Deus, e que a sua ressurreição “seja um farol de esperança, de alegria, de vida nova, de fraternidade, de acolhimento e de comunhão entre povos, as religiões e as leis”.

Via Vatican News

Download WordPress Themes Free
Download Premium WordPress Themes Free
Download Best WordPress Themes Free Download
Download Premium WordPress Themes Free
udemy course download free
download karbonn firmware
Download Best WordPress Themes Free Download
online free course

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.