Paróquia São José do Jardim Europa

Notícias › 01/04/2018

Via-Sacra: vergonha, arrependimento e esperança diante do Senhor

O Papa Francisco presidiu na Sexta-feira Santa às XIV estações da Via-Sacra, diante do Coliseu de Roma, que contou com a participação, apesar do tempo chuvoso, de cerca de 20 mil fiéis provenientes de diversas partes do mundo.

As meditações da Via-Sacra este ano foram confiadas a um grupo de 15 jovens estudantes de Roma, que representam a juventude do mundo inteiro, que se prepara para o próximo Sínodo dos Bispos sobre os Jovens em outubro próximo.

Ao término das meditações das XIV estações, o Santo Padre pronunciou uma oração comovente, indicando o modo de como devemos olhar para Jesus: com vergonha, arrependimento e esperança. Esta foi a atitude do Bom Ladrão, que conquistou o Paraíso com seu olhar orante a Jesus crucificado: “Hoje mesmo estarás comigo no Paraíso”.

Vergonha, por termos perdido a vergonha! Arrependimento, pela certeza da nossa salvação! Esperança, porque da Cruz provém a Ressurreição!

Senhor Jesus, a vós dirigimos o nosso olhar cheio de vergonha, de arrependimento e de esperança. Diante do vosso amor supremo, que a vergonha nos invada por vos ter deixado só, sofrendo pelos nossos pecados. Vergonha, por termos escolhido Barrabás, o poder, o mundanismo e não a Vós; vergonha, porque tantas pessoas, inclusive alguns dos vossos ministros, deixaram-se levar pela ambição e vanglória; vergonha, por deixarmos aos jovens um mundo dilacerado e dividido, devorado pelas guerras, pelo egoísmo, pela marginalização. Enfim, vergonha por termos perdido a vergonha. Senhor, dai-nos sempre a graça da santa vergonha!

Diante do Crucificado, o Bom Ladrão expressou seu profundo arrependimento, mas também a esperança de uma vida melhor no Paraíso.

A mensagem de esperança de Jesus – disse Francisco – continua ainda hoje a inspirar tantas pessoas e povos, a vencer o mal e a maldade, a perdoar e abater rancores e vinganças, dissipando hostilidades e temores, a iluminar as trevas:

Esperança, porque o vosso sacrifício continua, ainda hoje, a exalar o perfume do amor divino, que acaricia os corações de tantos jovens, que ainda vos consagram as suas vidas, tornando-se exemplos vivos de caridade e gratuidade neste nosso mundo devorado pela lógica da exploração e do ganho fácil; esperança, porque tantos missionários e missionárias continuam a arriscar suas vidas para servir-vos nos pobres, nos descartados, nos imigrados, nos invisíveis, nos explorados, nos famintos e nos encarcerados; esperança, porque a vossa Igreja continua a iluminar, encorajar, aliviar e dar testemunho do vosso amor incomensurável”.

O Para concluiu a sua oração dizendo que “a santa esperança nasce da cruz e da Ressurreição; elas nos ensinam que o amor de Jesus é a nossa esperança!” Senhor Jesus, livrai-nos da arrogância!

 “Senhor Jesus, dai-nos sempre a graça da santa esperança!”

Por Vatican News

Download WordPress Themes
Download WordPress Themes Free
Free Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
free online course
download mobile firmware
Free Download WordPress Themes
free download udemy paid course

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.