Paróquia São José do Jardim Europa

Notícias › 08/06/2018

Vaticano apresenta Documento Preparatório do Sínodo Pan-Amazônico

O Vaticano apresentou nesta sexta-feira, 8, o documento preparatório para a assembleia especial do Sínodo dos Bispos para a região Pan-Amazônia, programado para outubro de 2019. O tema deste Sínodo será: “Amazônia, novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral”.

A íntegra do documento foi publicado no site da Santa Sé e está disponível em cinco idiomas, entre eles o português. Trata-se de um subsídio que recolhe sugestões e propõe caminhos para uma preparação adequada para a Assembleia Sinodal.

“Novos caminhos de evangelização são pensados para e com o Povo de Deus que habita naquela região. Por este motivo, desde o início do caminho sinodal, a Secretaria Geral do Sínodo dos Bispos trabalhou em estreita ligação com a Rede Eclesial Pan-Amazônica”, disse o secretário-geral do Sínodo dos Bispos, Cardeal Lorenzo Baldisseri, na coletiva de apresentação do documento nesta manhã.

O cardeal ressalvou que, mesmo que o tema seja referente a um território específico, as reflexões superam o âmbito regional e pretendem fazer uma ponte com outras realidades geográficas semelhantes, como a Bacia do Congo, o corredor biológico centro-americano, as florestas tropicais da Ásia no Pacífico e o sistema aquífero Guarani. Também por isso o Sínodo será realizado em Roma, observou.

O Documento Preparatório é composto de uma introdução e três partes, que correspondem ao método do “ver, discernir e agir”, método já utilizado antes (no Sínodo sobre Família) com bons resultados, pontuou Cardeal Lorenzo. Ao final do Documento, há um questionário sobre o qual as igrejas locais trabalharão.

A primeira parte – Ver. Identidade e clamores da Pan-Amazônia – traça a identidade da região e a necessidade de escuta. Segundo o cardeal, os assuntos abordados nessa parte são: o território; a variedade sócio-cultural; a identidade dos povos indígenas; a memória histórica eclesial; a justiça e os direitos dos povos, bem como a espiritualidade e sabedoria dos povos amazônicos.

Já a segunda parte – Discernir. Para uma conversão pastoral e ecológica – diz respeito ao “discernir” novos caminhos a partir da fé em Jesus Cristo, à luz do Magistério e da Tradição da Igreja. “O conteúdo desta parte é marcado pelo anúncio do Evangelho na Amazônia, nas suas diversas dimensões: bíblico-teológica, social, ecológica, sacramental e eclesial-missionária”, informou.

O “agir” está contemplado na terceira e última parte do documento – Agir. Novos caminhos para uma Igreja com rosto amazônico. De acordo com o Cardeal Baldisseri, é o Papa Francisco quem indica o caminho para entender a expressão “rosto amazônico”.

“Ele afirma em Puerto Maldonado: ‘Nós, que não habitamos nestas terras, precisamos da vossa sabedoria e dos vossos conhecimentos para podermos penetrar – sem o destruir – no tesouro que encerra esta região, ouvindo ressoar as palavras do Senhor a Moisés: «Tira as tuas sandálias dos pés, porque o lugar em que estás é uma terra santa» (Ex 3, 5)”, recordou o secretário-geral do Sínodo dos Bispos.

“A Igreja na Amazônia se prepara segunda uma ‘cultura do encontro’ para celebrar a Assembleia Especial do Sínodo dos Bispos de outubro de 2019”, concluiu o cardeal Baldisseri.

A região pan-amazônica tem mais de 7,5 milhões de quilômetros quadrados e é partilhada por nove países: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Peru, Venezuela, Suriname, Guiana e Guiana Francesa, envolvendo sete conferências episcopais.

Por Canção Nova, com Boletim da Santa Sé

Download Nulled WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
Download Best WordPress Themes Free Download
Download Premium WordPress Themes Free
free download udemy course
download xiomi firmware
Free Download WordPress Themes
free download udemy paid course

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.