Paróquia São José do Jardim Europa

Artigos › 10/08/2018

Ser Pai

Hoje a paternidade física se faz até com bebê de proveta. Mas, ser pai é mais do que gerar filho na ordem natural, mesmo com a transmissão ideal da vida realizada com o casamento planejado e preparado. Este tem a perspectiva vocacional da união do amor humano com o divino. Assim, cria-se a condição de os filhos desenvolverem a afetividade na aceitação de si e dos outros mais harmonicamente.

Se o pai olhar o Pai de todos e se inspirar na paternidade divina, assumirá a responsabilidade de transmitir a vida e alimentá-la com a ternura, a afeição, a boa educação e a cooperação com a formação do bom caráter dos filhos. Isso se dá com seu exemplo de cidadão que vive os valores humanos da honestidade, verdade, ética, moral e perseverança na promoção do bem ao semelhante.

Como é bom os filhos terem pais que realmente os amam e sempre os orientam para serem pessoas que colocam as virtudes humanas acima de qualquer valor material! A formação da conduta para a vida em sociedade faz com que o pai inocule na consciência dos filhos a grandeza de tudo fazer para o serviço ao bem do semelhante, preparando-se, intelectual e moralmente para a prática da solidariedade, a exemplo do Filho de Deus Pai.

Ao mesmo tempo, os filhos aprendem a ter compaixão e misericórdia para quem vive na fragilidade dos próprios limites e na exclusão social. Assim, terão também compaixão pelos limites da pessoa humana do pai. Essa conduta é alimentada por Deus e repassada pelos filhos, que aprendem do bom pai a serem compassivos e colaboradores com quem vive em dificuldades.

A vocação para a paternidade responsável é ensinada e promovida aos filhos, que também saberão viver a vocação de resposta a Deus para o exercício da paternidade feliz.

O Pai Deus não deixa faltar aos filhos humanos o pão da vida, que é promovida na terra por todos os que aprenderam a ser verdadeiros pais que ensinam aos filhos a partilha e a solidariedade. Assim, não faltará, nem mesmo o pão material para todos. A natureza, criada por Deus oferece os meios de subsistência para toda a humanidade. Mas precisam ser usados e repartidos com justiça misericordiosa e verdadeira fraternidade. Precisamos formar mais o pai humano para treinar os filhos a serem verdadeiramente humanos e fraternos. A caminhada terrestre seria boa e justa para todos. Ninguém passaria necessidade material, psicológica, moral e espiritual. Quem segue o Filho Jesus, seria filha ou filho amoroso, que pensaria em tratar bem o semelhante, dando, cada um de si, para o bem do outro! Assim, todo pai humano seria feliz e deveria ser, porque todos os filhos também o seriam!

Por Dom José Alberto Moura – Arcebispo de Montes Claros (MG) – Via CNBB

Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes
Download Best WordPress Themes Free Download
Download WordPress Themes Free
free download udemy paid course
download huawei firmware
Free Download WordPress Themes
lynda course free download

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.