R. Dinamarca, 32 (esquina com a R. Áustria) Jardim Europa
CEP: 01449-040 - São Paulo, SP | Tel.: (11) 3082-2677 - 3085-1506

Horários de Missas
Segunda-Feira: 7h
Terça à Sexta-feira: 7h, 8h e 17h
Sábado: 7h30 e 15h
Domingo: 7h30, 10h, 12h, 17h e 19h

Histórico da Comunidade Terapêutica Liberdade Guadalupe (CTL)

COMUNIDADE TERAPEUTICAAntes de descrever a história da CTL, é melhor explicar o verdadeiro conceito da expressão Comunidade Terapêutica, pois, grande parte das instituições que se dedicam ao tratamento da dependência química são denominadas desta forma.

A Terapia de comum unidade baseia-se na prática de determinados princípios e no convívio de pessoas que partilham de objetivos e histórias de vida semelhantes.

A idéia da CTL, partiu da percepção de que algumas pessoas que queriam deixar o uso de drogas e procuravam os grupos de mutua ajuda, tinham grande dificuldade em atravessar o período entre as reuniões que acontecem apenas no período da noite. Tornou-se clara a necessidade do afastamento da rotina para a conquista da sobriedade.

Algumas regras para o funcionamento da Comunidade foram esboçados antes mesmo de se encontrar o local de funcionamento: O desejo de fazer parte do processo e a liberdade de deixá-lo a qualquer momento são princípios básicos.

O local escolhido para o funcionamento da Instituição foi uma chácara de 3 hectares, localizada no Distrito de Potunduva, na cidade de Jaú-SP, onde no dia 13 de abril de 1999 foram acolhidos quatro pessoas, dando assim início a uma história de lutas e conquistas.

Uma entidade que nasce com o intuito de devolver a vida as pessoas, desde o início é vista como uma fonte de esperança e também como a ferramenta que muitos buscam para poder por em ação o desejo de poder fazer algo por aqueles que sofrem. Em resumo um lugar onde se encontra socorro e onde se pode socorrer.

A possibilidade de poder fazer algo a mais, foi o que atraiu o Padre Oswaldo, na época pároco de igreja São Judas Tadeu em Jaú, a fazer parte do grupo de execução dos trabalhos da CTL, que a partir daí passou a se chamar Comunidade Terapêutica Liberdade Guadalupe.

O trabalho foi ficando conhecido, a procura pelo tratamento foi aumentando muito, e a partir de 2001 a Instituição passou a funcionar nas terras de propriedade da Abadia de São Norberto, no Bairro do Matão.

Apenas através das fotos (disponíveis em Fotos no site) é que poderemos perceber claramente como foi acontecendo a evolução da parte física da Comunidade. Foram construídos refeitório, oficina, suinocultura, almoxarifado, cocheira, estufa de plantas, aquário, escritório, galpão de eventos, novos alojamentos, piscina, quadra, academia de ginástica, campo de areia, áreas de reflorestamento e cultivo de diversas plantas, capela, aviário e lago de criação de peixes.

Além da parte física, a equipe também cresceu, o trabalho base do tratamento que é o uso dos 12 passos dos grupos anônimos, monitorado pelo fundador e pelos monitores e a parte espiritual, regida pelo padre Oswaldo, foram ricamente acrescidos com o trabalho de profissionais, como psicóloga, dentista, médico, assistente social e cozinheira, que passaram a fazer parte do grupo de atuação direta com os internos.

Os monitores da instituição são todos ex-internos, pessoas que no decorrer do tratamento demonstraram dedicação e empenho em todas as atividades.

A diminuição no número de desistência do tratamento, passando de 70% no ano 2000, para 10% em 2011, mostra dois pontos importantes:

1º A valorização da idéia de que é possível viver uma vida melhor.

2º A qualidade do trabalho oferecido pela CTL teve uma grande melhora. Em abril deste ano, ao completar 15 anos de fundação, fomos agraciados com a oportunidade de iniciarmos um novo trabalho na cidade de Pirapora do Bom Jesus. No prédio onde por mais de um século funcionou o seminário da Ordem Premonstratense, nos foi dada a missão de trabalhar com uma 2ª unidade de tratamento.

Queremos dividir com vocês o prazer de nossas conquistas, procuramos sempre dar o nosso melhor e fazer tudo principalmente com muito amor.

Muito Obrigado!

Leandro Passos
Fundador e Coordenador