R. Dinamarca, 32 (esquina com a R. Áustria) Jardim Europa
CEP: 01449-040 - São Paulo, SP | Tel.: (11) 3082-2677 - 3085-1506

Horários de Missas
Segunda-Feira: 7h
Terça à Sexta-feira: 7h, 8h e 17h
Sábado: 7h30 e 15h
Domingo: 7h30, 10h, 12h, 17h e 19h

Reinício: 22/08/2017

 

Conta-se que no dia do encerramento do Concílio de Éfeso (430) onde os Padres Conciliares exaltaram as virtudes da Virgem Maria e proclamaram o Dogma de Fé , Maria Mãe de Deus (Theotokos) , o Santo Padre Celestino ajoelhou-se diante da assembléia e saudou Nossa Senhora, dizendo: “SANTA MARIA, MÃE DE DEUS, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.”

Na continuidade dos anos, esta saudação foi unida àquela do Arcanjo Gabriel a Maria, conforme o Evangelho de Jesus segundo São Lucas 1,26-38: “Ave cheia de graça, o Senhor è contigo!” e também, a outra saudação de Isabel a Maria, “Bendita és tu entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre.” (Lucas1,42) Estas três saudações deram origem a AVE MARIA.

Em Maio de 1972, o Padre Stéfano Gobbi, de Milão (Itália) fazia uma peregrinação em Fátima quando teve uma grande inspiração: rezar pelos padres e formar com eles um grupo de oração consagrado ao Imaculado Coração de Maria.

A partir de Julho de 1973, Maria passa a transmitir-lhe mensagens por locução interior. E assim nasceu o “Movimento Sacerdotal Mariano”, que se espalhou pelo mundo inteiro, com uma enorme quantidade de membros: bispos, sacerdotes, religiosos, religiosas e leigos.

Nas mensagens, dirigidas especialmente aos sacerdotes, Maria convida toda a humanidade a consagração ao seu Coração Imaculado, por meio da conversão, do amor, da oração e da penitência, e anuncia a purificação da Igreja e do mundo e a Segunda vinda de Jesus.

Algumas Mensagens de Nossa Senhora diz: “Vão muitas almas para o Inferno, pelo fato de não haver quem se sacrifique e peça por elas, falei a Lúcia, Francisco e Jacinta quando lhes apareci em Fátima. Hoje digo-vos: quantas almas podereis vós livrá-las do fogo do inferno e mandá-las para o céu, se todos os dias, em união comigo, rezarem e se sacrificarem por elas.” (13/08/1982).

NOSSA SENHORA pede que façamos os Cenáculos, pois, através do Ato de Consagração, feito no final, entramos dentro do seu Coração Imaculado, para lá nos prepararmos, em oração, para recebermos o Espírito de Amor, o Espírito Santo.

  1. Por isso, iniciar o Cenáculo sempre com a oração que NOSSA SENHORA nos ensinou em sua mensagem de 7-6-81, na Festa de Pentecostes:

“VINDE, ESPÍRITO SANTO, VINDE POR MEIO DA PODEROSA INTERCESSÃO DO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA, VOSSA AMADÍSSIMA ESPOSA”. (3X)

  1. Reza do terço, meditando os mistérios, diante de uma imagem de NOSSA SENHORA. No final rezar pelo Papa e suas intenções – um Pai-nosso, uma Ave-Maria e um Glória ao Pai e uma Ave-Maria pelo Pe. Gobbi. Os cânticos são livres e podem ser intercalados durante o Cenáculo. Ex.: A 13 de Maio, Maria de Nazaré etc.
  2. Leitura de uma mensagem do Livro Aos Sacerdotes, filhos prediletos de Nossa Senhora. Segue-se um breve comentário. Mas “não faz parte do espírito dos nossos encontros passar o tempo a ouvir sábias conferências: haveria o perigo de transformar o Cená­culo em Academia e a Fraternidade em polêmica” (Pe. Stefano Gobbi, Circular 19).
  3. Um pouco de catecismo (nos Cenáculos familiares, de jovens e de crianças). Usar o novo Catecismo da Igreja Católica.
  4. Fraternidade: troca de experiências para que nos conheça­mos, nos ajudemos mutuamente a irmos adiante e nos amemos sempre mais.
  5. Ato de Consagração ao Coração Imaculado de Maria (usar sempre a consagração que se encontra logo abaixo). É o ato mais importante do Cenáculo, através do qual nós entramos dentro do Coração Imaculado de Maria para ali encontrar conforto, amor, luz, graça, paz, fé e a segurança do refúgio seguro que nos protege e defende de todos os perigos. Se na conclusão do Cenáculo houver celebração da Santa Missa, o Ato de Consagração deve ser feito antes do ofertório.
  6. Ação de Graças: após a comunhão, dizer a JESUS o que NOSSA SENHORA nos ensinou na mensagem “Mãe da adoração e da reparação”, de 21 de agosto de 1987:

“JESUS, TU ÉS O NOSSO AMOR; JESUS, TU ÉS O NOSSO ÚNICO GRANDE AMIGO; JESUS, NÓS TE AMAMOS; JESUS, NÓS ESTAMOS APAIXONADOS POR TI”.

Nossa Senhora fez quatro promessas às famílias que fizerem o Cenáculo:

  1. Abençoará o casal e cimentará o seu amor mútuo, defen­dendo-os contra as chagas do divórcio, da separação e da infidelidade;
  2. Salvação das almas dos filhos, defendendo-os de todos os perigos de se perderem;
  3. Cuidará de todas as suas necessidades materiais e espi­rituais, pois Nossa Senhora é nossa Mãe, pensa em tudo;
  4. Durante o período do castigo promete proteger a família com o Seu manto, contra todos os males.

 

 

Imaculado Coração de Maria (bis)/ És luz e guia (tris)/ Dos teus filhos aqui.

Os sacerdotes a ti consagrados (bis)/ Olha com amor, aperta ao coração/ Faze-os semelhantes/ Ao teu filho Jesus.

Os fiéis a ti consagrados (bis)/ Reúne em teu exército/ Prepara­do pra batalha/ Pra que triunfe logo/ O Imaculado Coração.

Ao chegar nossa última hora (bis)/ Vem sem demora (tris)/ A levar-nos para o céu.

 

Ao rezarmos as mil Ave Marias, estamos atendendo ao pedido feito por Nossa Senhora à Pierina Gilli em 24 de Novembro de 1946:

“…orações, sacrifícios e penitências para reparar os pecados de três categorias de almas consagradas à Deus:

    1ª) por aquelas almas que traem suas vocações;

    2ª) para reparação dos pecados mortais dessas almas;

   3ª) para reparar a traição dos Sacerdotes que se tornaram indignos de exercer o seu ministério.

De modo especial, pediu orações pela santificação dos Sacerdotes, dizendo: ” Se estes forem santos, muitas pessoas se santificarão.”

( Livro: Maria, Rosa Mística; do Pe. Vicenzo Savoldi, CS)

Também estamos atendendo ao pedido feito por Nossa Senhora ao Padre Stefano Gobbi em 24 de Outubro de 1984:

…”Por isso é necessário rezar muito. Obtém-se mais com um dia de oração intensa do que com anos de contínuas discussões. Rezai com fé e confiança, com recolhimento e perseverança; recitai bem a Liturgia das Horas e o Santo Rosário; seja a Santa Missa o centro da vossa jornada apostólica. Multiplicai em toda parte os Cenáculos de Oração e de Fraternidade. Prometo-vos que depois do triunfo do meu Coração Imaculado os vossos países terão a alegria de ver novamente a igreja renovada e unida, refletindo por toda a parte o esplendor de Cristo.”

(Livro: Aos Sacerdotes, filhos prediletos de Maria; do Pe. Stefano Gobbi.)

Portanto, ao rezarmos as mil Ave Marias estamos cumprindo o pedido de Nossa Senhora:  ORAÇÃO, SACRIFÍCIO, PENITÊNCIA.

Faremos isso orando e meditando os vinte Mistérios do Rosário. Queremos lembrar, à todos, que o Rosário, atualmente, é composto por quatro Terços: Gozoso, Doloroso, Glorioso e Luminoso. Para que se completem mil Ave Marias é preciso que se reze, em cada Mistério, 50 Ave Marias, com a benção de Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo, por intercessão de Nossa Senhora.

Oferecemos à Maria Rosa Mística, rosas brancas, vermelhas e amarelas, como sinal de entrega de nossos corações a ela, correspondendo ao seu desejo revelado em sua aparição, de despertar em nossas almas um profundo espírito de oração (rosas brancas), um profundo espírito de expiação e sacrifício (rosas vermelhas) e um profundo espírito de penitência (rosas amarelas).

Toda segunda 3ª Feira do Mês – início às 12 horas

Participe rezando 50 Ave-Marias